SAÚDE

Ação para conscientizar sobre o risco do fumo é realizada no Recife


O tratamento é gratuito e dura em torno de três a seis meses

Pedro Guilhermino Alves Neto
Pedro Guilhermino Alves Neto
Publicado em 31/05/2019 às 11:21
Banco Mundial/ ONU
FOTO: Banco Mundial/ ONU
Leitura:

Uma ação está sendo realizada no Alto Santa Terezinha, na Zona Norte do Recife, sobre o Dia Internacional Contra o Fumo nesta sexta-feira (31). A ideia é tentar conscientizar os fumantes sobre os riscos do cigarro para a saúde.

O tratamento é gratuito, ou seja, é necessário que o usuário tome a atitude de querer parar de fumar, como explica o pneumologista Blancard Torres, coordenador da ação. “O fumante tem que tomar a decisão de parar de fumar e a partir daí vamos realizar exames, determinar doenças que estão relacionadas e dizer que ele precisa continuar esse tratamento e o que estamos fazendo é apenas o início. O tratamento dura em torno de três a seis meses”, disse o médico.

Confira os detalhes na matéria de Lilian Fonseca:

Além do cigarro tradicional, existe o cigarro eletrônico, narguilé e outras opções. O pneumologista afirma que o consumo desses produtos também é ofensivo para a saúde tanto quanto o cigarro. “Não existe um menos ofensivo. Fumar charuto por um cigarro tradicional, você troca o problema. Ao invés de ter o câncer de pulmão, você poderá ter um câncer na cabeça ou pescoço. Todos são ofensivos à saúde”, informou.


Mais Lidas