INSEGURANÇA

Quatro homicídios foram registrados neste domingo na Zona Sul do Recife


Todos os crimes ainda estão em fases de investigação

Pedro Guilhermino Alves Neto
Pedro Guilhermino Alves Neto
Publicado em 02/06/2019 às 15:12
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Foram registrados quatro homicídios apenas na manhã deste domingo (2) na Zona Sul do Recife. Até o início do fim de semana, Pernambuco havia registrado 1.199 homicídios, sendo 553 no Grande Recife.

Os casos

Um dos homicídios aconteceu às margens BR-101/Sul, nas proximidades da UR-10, no bairro do Ibura, Zona Sul do Recife. A vítima, um homem não identificado, foi encontrada com as mãos e os pés amarrados, e enrolado em um lençol amarelo. A vítima, que aparentava ter 25 anos de idade, apresentava sinais de tortura pelo corpo. Segundo peritos do instituto de criminalística, ele foi bastante espancado antes de morrer. A causa da morte foi um golpe de facão na área da cabeça e na nuca. Populares informaram a Polícia Militar (PM) que um carro preto, do modelo Classic, teria deixado o corpo do homem no local. O crime está sendo investigado.

O segundo homicídio ocorreu na Avenida Pernambuco, na UR-1, também no Ibura. Por volta das 6h30, um homem, identificado por Lucas Henrique Pereira Anselmo, de 20 anos, foi morto com pelo menos quatro tiros. Um dos disparos atingiu a cabeça do rapaz, que usava capacete. De acordo com a polícia, Lucas seria dono de uma burgueria. Um dos amigos, que estavam com ele no momento do crime, seria o entregador da burgueria. Os primeiros levantamentos da polícia apontam que esse amigo é quem teria começado uma confusão e seria o alvo do assassino, mas fugiu, deixando Lucas Henrique para trás. Apesar do local ser bastante movimentado, ninguém quis falar sobre o crime. Câmeras de seguranças no entorno da avenida e projeteis de bala encontrados pelo instituo de criminalística podem ajudar nas investigações do crime.

O terceiro crime aconteceu em Jordão, também na Zona Sul. Por volta das 5h, um adolescente de 16 anos deu entrada na policlínica Arnaldo Marques, no Ibura. O garoto estava numa casa de festa, chamada Casa Branca, no Alto da Bela Vista, no Jordão, quando foi baleado com um tiro na cabeça e outros dois nas nádegas. O jovem, identificado por José Gabriel Roberto da Silva, recebeu o diagnóstico de morte cerebral. Apesar disso, ele ainda foi transferido para o Hospital da Restauração, no Derby, Área Central do Recife, às 9h, por uma ambulância do SAMU. Ainda não há informações sobre a autoria e motivação deste crime.

O quarto caso aconteceu no Ibura de Baixo. Uma menina foi encontrada desacordada e com um cadarço no pescoço. O corpo de Jamile Helena da Silva, de 9 anos, foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal, no bairro de Santo Amaro, no Centro da cidade. A menina estava com marcas no pescoço, que indicavam enforcamento. Profissionais do hospital acionaram a polícia. A mãe chegou a prestar depoimento e foi liberada. Para o pai, ela é inocente. A Polícia Civil investiga o crime.

Confira os detalhes na matéria de Thiago Barreto:


Mais Lidas