MC Japão é denunciado por difamação, injúria, ameaça e lesão corporal

O caso teria acontecido no dia em que MC Japão gravou vídeos xingando e acusando a ex-namorada de traição; imagens viralizaram nas redes sociais

POLÊMICA
MC Japão é denunciado por difamação, injúria, ameaça e lesão corporal

Vídeos da polêmica viralizaram nas redes sociais - Foto: Foto: Instagram/ Reprodução

O músico Thiago Vitor de Melo Santos, de 23 anos, conhecido na cena brega pernambucana como o MC Japão, foi interrogado pela polícia nesta terça-feira (4). Ele que está sendo investigado por difamação, injúria, ameaça e lesão corporal após denúncia da ex-namorada, a bailarina Vitória Kelly Albuquerque Rodrigues, de 18 anos.

O fato aconteceu no dia 16 de maio e a delegada da Mulher, Tereza Nogueira, explica o caso. “Vitória Kelly nos procurou no dia 18 de maio acusando MC Japão de injúria, ameaça, lesão corporal e difamação. Ela diz que na madrugada do dia 16 estava chegando em casa com o MC Dadá e o veículo que ela vinha foi trancado pelo veículo que estava MC Japão. Nesse momento ele desceu com um celular, começo a xingar (...) Acusando-a de traição”, contou.

Segundo a delegada, a vítima contou que após pedir várias vezes para que o namorado parasse de filmar, ele parou e foi aí que ela teria sido agredida. “Ela diz que ele jogou um óculos que acertou a sua perna e que lhe causou um hematoma. Ela entra no veículo, parte em direção a sua casa porque já estava no caminho e que é seguida por ela, diz que ele chega na casa dela, pula o muro e lá dentro a ameaça de morte”, detalhou a delegada, acrescentando que MC Japão disse que a situação iria “ficar assim”.

Ele confirmou as ameaças, mas falou que “estava de cabeça” e que não tinha a intenção de fazer algo contra a vida da vítima.

De acordo com a delegada, ainda serão realizadas novas diligências e a expectativa é de que o inquérito seja concluído até a próxima semana com indiciamento ou não.

O MC Dadá Boladão, que seria o pivô da relação, também foi ouvido e confirmou as informações.

A delegada ainda critica a repercussão do caso. “Infelizmente a gente ainda vive numa região que tem uma herança patriarcal muito forte e a gente precisa combater isso (...) Se fosse uma traição praticada pelo homem não teria dado a repercussão que deu. A gente nem sabe se houve traição”, afirmou.

Confira os detalhes na reportagem de Mônica Rodrigues

Entenda o caso 

No dia 16 de maio, uma briga entre dois MC’s do bregafunk viralizou nas redes sociais. A confusão foi gerada após MC Japão perseguir o táxi que transportava sua namorada, a bailarina Vitória Kelly, e Dadá Boladão.

MC Japão usou seu carro para trancar o outro veículo e acusou os dois de traição. O cantor começou a insinuar que haveria um caso entre eles, passando a xingar a bailarina. Toda a confusão foi gravada e compartilhada nas redes sociais.

No dia 15 de maio, Vitória participou da gravação de um novo videoclipe de Dadá Boladão, da música Vou Te Machucar. Após as filmagens, segundo a denúncia de MC Japão, eles teriam saído de táxi de um motel e foram perseguidos pelo músico.

Dadá e Vitória gravaram um vídeo juntos para explicar o ocorrido, afirmaram que passaram por uma situação constrangedora e que MC Japão teria "surtado" com Vitória. A bailarina também declarou que não há relacionamento entre ela e Dadá Boladão.

Por outro lado, Priscilla Fontenele, ex de Dadá - que está grávida dele - gravou uma série de Stories junto com MC Japão para dar sua versão dos fatos. Segundo eles, Dadá proibiu Priscilla de participar da gravação do videoclipe no dia anterior. E, após a gravação, Dadá e Vitória teriam ido a um motel.

Priscilla teria suspeitado que eles estavam juntos e contatou MC Japão, pois ele e Vitória teriam reatado recentemente. Ele foi atrás dos dois e fez o flagrante que viralizou na web. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.