ARTICULAÇÃO

Bolsonaro pede ao Congresso verba extra para pagar benefícios sociais


Ministro da Economia, Paulo Guedes, vai se encontrar com o presidente da Câmara dos Deputados para pedir apoio para liberação de verba

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 10/06/2019 às 16:12
Marcos Corrêa/PR
FOTO: Marcos Corrêa/PR
Leitura:

A troca de farpas entre o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, ganhou um novo capítulo após o primeiro ir ao Twitter para acusar os congressistas de estarem trabalhando para que o Governo Federal não tenha recursos destinados ao pagamento de benefícios sociais como Bolsa Família e BPC (Benefício de Prestação Continuada).

O ministro da Economia, Paulo Guedes, vai à casa de Maia na noite desta segunda-feira para pedir apoio na articulação que o Planalto não está conseguindo fazer afim de que seja votado na Comissão Mista do Orçamento um pedido para liberar uma verba extra no valor de cerca de R$ 250 bilhões para que o Governo Federal tenha recursos para esses programas sociais.

 

Estudos da equipe econômica do governo Bolsonaro, que já estão com os congressistas, apontam que a autorização para essa verba extra é importante para garantir os benefícios.

Caso a autorização não seja dada pelo Congresso Nacional, o Governo Federal não vai descumprir a chamada regra de ouro, que é uma norma que impede o governo de aumentar a dívida pública para pagar despesas correntes, como o salário.

A reunião para discutir a proposta está confirmada para a tarde desta terça-feira (11).


Mais Lidas