Saudade

Missa do vaqueiro acontece no Recife para homenagear Luiz Gonzaga


Evento será neste domingo (16), no museu Cais do Sertão e marca 30 anos da morte do Rei do Baião

Priscila Miranda
Priscila Miranda
Publicado em 12/06/2019 às 10:35
Foto: Peu Hatz - Setur PE
FOTO: Foto: Peu Hatz - Setur PE
Leitura:

A missa do vaqueiro, celebração religiosa tradicionalmente ocorrida em Serrita, no Sertão pernambucano, será realizada neste domingo (16) no Cais do Sertão, Bairro do Recife. Trazida para a capital pernambucana, a celebração faz parte do projeto Tengo Lengo Tengo, que vai homenagear os 30 anos da morte de Luiz Gonzaga e do padre João Câncio.

Esta, no entanto, não será a única atividade do projeto, que começará nesta quinta-feira e segue até o dia 27 de agosto, como explica o secretário de Turismo de Pernambuco Rodrigo Novaes.

“A gente resolveu marcar a homenagem de 30 anos de saudade do mestre Luiz Gonzaga aqui no Recife, trazendo um pouco da cultura do povo sertanejo para o Recife”, disse.

O projeto terá uma programação cultural extensa. A ideia é mostrar como funciona a romaria no interior, retratando Pernambuco para os pernambucanos.

A ação é iniciativa da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur) em parceria com a Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) e o Cais do Sertão e contará com a presença de cerca de 25 vaqueiros a cavalo, além de rodas de conversas, oficinas, fotografias e shows.

A missa do vaqueiro, no Recife, será realizada dia 16 de junho, às 16h, no vão livre do Cais do Sertão. Na ocasião, o Bairro do Recife será ocupado por diferentes manifestações em alusão à festividade, como o desfile de vaqueiros com as indumentárias tradicionais, na Avenida Rio Branco. A entrada é franca.

Confira a entrevista com o Rodrigo Novaes durante o Passando a Limpo:


Mais Lidas