SAÚDE DA MULHER

Hospital da Mulher: 8 meses após ser inaugurada, ala para parto de alto risco não funciona

A ala do Hospital da Mulher do Recife (HMR) conta com 68 novos leitos e foi inaugurada no dia 26 de outubro de 2018

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 20/06/2019 às 16:38
Diego Nigro/ JC Imagem
FOTO: Diego Nigro/ JC Imagem
Leitura:

Inaugurado há oito meses, o setor para atender gestantes de alto risco do Hospital da Mulher do Recife, localizado no Curado, Zona Oeste do Recife, permanece sem funcionar. A infraestrutura é composta por 68 leitos, incluindo unidades de terapia intensiva (UTI) e equipamentos especializados.

Segundo o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, inicialmente o hospital teve o suporte financeiro do Ministério da Saúde, mas, por enquanto, ainda não obteve a publicação de portaria com efeito financeiro destinado ao setor.

O secretário não informou valores, mas ressaltou que o recurso federal é um valor imprescindível para que haja a sustentabilidade na operação do setor.

A ala do Hospital da Mulher do Recife (HMR) conta com 68 novos leitos
A ala do Hospital da Mulher do Recife (HMR) foi inaugurada no dia 26 de outubro de 2018
Filipe Jordão/ JC Imagem

Confira os detalhes na reportagem de Ivan Junior:

Resposta do Ministério da Saúde

Em nota, o Ministério da Saúde diz que repassou recursos de investimento num total de R$ 4,4 milhões para a compra de equipamentos destinados a qualificação do parque tecnológico do Hospital da Mulher.

Ainda segundo o ministério, a organização da oferta assistencial dos estabelecimentos de saúde é responsabilidade do gestor local. A rádio jornal tentou contato com o hospital da mulher, mas a diretora– geral do hospital não estava disponível para entrevistas.

Mais Lidas