INVERNO

Mesmo com a chegada do inverno, Sertão deve continuar seco


O período de frio iniciou às 12h54 dessa sexta-feira (21)

Pedro Guilhermino Alves Neto
Pedro Guilhermino Alves Neto
Publicado em 21/06/2019 às 13:21
Reprodução/Rafael Carvalheira
FOTO: Reprodução/Rafael Carvalheira
Leitura:

Apesar das fortes chuvas que atingiram o Recife e a Região Metropolitana recentemente, a partir desta sexta-feira (21) entramos no inverno. A mudança de estação aconteceu às 12h54. O inverno dura cerca de três meses e vai se encerrar no dia 23 de setembro.

Embora a estação mais fria do ano seja caracterizada pelas chuvas, o período chuvoso é apenas para a Zona da Mata e Agreste de Pernambuco, como explica o geógrafo Lucivânio Jatobá. “Na Zona da mata e Agreste do estado são áreas que o inverno é chuvoso. No entanto, a maior parte do Brasil é tempo seco. É por isso que é chamado de clima pseudotropical”, afirmou.

O geógrafo explica quais mudanças que vão ocorrer nessa passagem de outono para inverno. “O que vai mudar é que o Hemisfério Sul (HS) vai ficar com os dias mais curtos e as noites mais longas. Então nós temos as temperaturas mais baixas no Hemisfério Sul e mais alta no Hemisfério Norte”, explicou.

Confira os detalhes na matéria de Pedro Alves:

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e o site Climatempo, a previsão para o Nordeste é que na maior parte dos estados a temperatura deve ficar dentro da média. Mas no interior, o clima deve ficar um pouco a cima do normal, com baixos índices de umidade, iniciando um período de seca na região. Os eventos de chuvas só devem ocorrer no litoral do estado.

Lucivânio explica o motivo das chuvas dificilmente atingir o Sertão no período de inverno. “É um paradoxo da natureza. Onde tem a necessidade de chuva, não vai ter chuva. O período de inverno e parte da primavera são meses que tem precipitações abaixo da média. Então o Sertão continuará seco. Mas existe a possibilidade de alguma exceção” completou.


Mais Lidas