VAQUINHA ONLINE

Diagnosticada com medula ancorada, jovem pede ajuda para cirurgia


A medula ancorada é um problema que pode provocar a perda dos movimentos das pernas e que causa dificuldades intestinais e urinárias

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 27/06/2019 às 16:07
Reprodução/ Facebook
FOTO: Reprodução/ Facebook
Leitura:

Diagnosticada com medula ancorada, uma jovem do Recife de 21 anos está pedindo ajuda para arrecadar o valor suficiente para realizar uma cirurgia para corrigir o problema. Marianne da Silva Cordeiro, de 21 anos, foi diagnosticada com a patologia, que pode provocar a perda dos movimentos das pernas, há três anos. A única solução para ela é um procedimento que só é feito em São Paulo e custa aproximadamente R$ 158 mil.

Aos 11 anos, Marianne foi diagnosticada com escoliose, um problema comum que causa um desvio na coluna em forma de "S". A situação foi ficando mais complicada e, há três anos, a garota começou a sentir muitas dores e procurou um médico. Foi quando ela recebeu o diagnóstico de medula ancorada. Além de afetar o movimento das pernas, também causa dificuldades intestinais e urinárias.

A garota conta que as dores são constantes e afetam a sua rotina. “Me incomoda demais, o tempo todo. Ao acordar e para dormir é sempre essa dor. Foi piorando, eu comecei a sentir dores nas pernas também, dificuldade para andar em maiores distâncias e agora eu ando pouco”, contou a jovem. “Eu tenho ajuda da minha mãe e do meu esposo para tudo. Eu só consigo trabalhar por necessidade mesmo, mas parei a faculdade por conta do transporte público”, acrescentou.

Caso não realize a cirurgia, Marianne vai perder o movimento das pernas cada vez mais. Ela pede ajuda.

Além dos números da conta para transferir o valor da doação. Ela também disponibilizou um número de WhatsApp para quem quiser tirar dúvidas conhecer sua história. O número é o (81) 98130-1508.

Confira os detalhes na reportagem de Lilian Fonseca:

Saiba como ajudar

No Facebook, Marianne compartilhou um post contando seu problema e com os números de contas bancárias para quem puder ajudar. Há também um link com uma vaquinha online como opção para quem quiser fazer alguma doação para a garota. Clique aqui para acessar.


Mais Lidas