Queda nas vendas

Ponte interditada atrapalha comércio em Santa Cruz do Capibaribe


Empresários e comerciantes da cidade reclamam em queda em torno de 60% nas vendas

Priscila Miranda
Priscila Miranda
Publicado em 02/07/2019 às 10:08
Reprodução/Google Street View
FOTO: Reprodução/Google Street View
Leitura:

Uma passagem de veículos sobre a ponte que dá acesso à Avenida João Francisco Aragão, principal via que interliga todo centro comercial de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste, foi interditada há pouco mais de 30 dias e os empresários da cidade já marcam baixas em torno de 60% nas vendas.

Um levantamento feito pela Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Santa Cruz do Capibaribe com as empresas impactadas com a interdição da ponte mostrou um dado preocupante: todos os lojistas entrevistados afirmaram que pretendem reduzir o quadro de funcionários se alguma medida não for tomada para resolver a situação.

Além disso, 53% dos lojistas entrevistados já pensam em mudar de endereço. A interdição da ponte impacta negativamente desde microempresas até uma megaempresa do local.

Reunião

Uma comissão de empresários prejudicados com a interdição da ponte se reuniu com o presidente da CDL Bruno Bezerra, quando puderam expressar suas preocupações quanto aos prejuízos. A reunião ocorreu na tarde desta segunda-feira (1º) no auditório da entidade. O presidente ouviu as demandas e ficou de buscar mais informações quanto à questão da interdição e possíveis soluções a fim de que o comércio não seja ainda mais prejudicado.


Mais Lidas