RECICLAGEM

No Recife, plástico se transformará em utensílios domésticos para moradores


Projeto da Prefeitura do Recife tem o objetivo de diminuir a quantidade de plásticos descartados em rios, canais e barreiras

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 05/07/2019 às 16:26
Martine Perret/ONU Meio Ambiente
FOTO: Martine Perret/ONU Meio Ambiente
Leitura:

Embalagens de sabão líquido, amaciante de roupa, xampu e condicionador. O plástico que antes iria parar no lixo, vira utensílios domésticos e fonte de renda para moradores de comunidades do Recife.

O projeto é desenvolvido pela Secretaria Executiva de Inovação Urbana do município e tem o objetivo de diminuir a quantidade de plásticos descartados em rios, canais e barreiras, como explica o secretário de Inovação Urbana do Recife, Tullio Ponzi. “Essa solução é um grande incentivo para promover uma mudança de comportamento coletivo”, disse.

Ainda segundo Tullio, as famílias vão ser estimuladas a coletar as embalagens vazias para serem transformadas em novos produtos. Ao entregar o plástico à prefeitura, a comunidade recebe em troca, os objetos resultantes da reciclagem.

O secretário explica o processo que envolve a reciclagem dos materiais. “A gente tem um ponto de produção que é onde vai ser transformado esse plástico em objetos”, contou, detalhando que o plástico passará por um processo de transformação.

Confira os detalhes na reportagem de Beatriz Albuquerque:

Mais Vida nos Morros

Em agosto, o projeto vai começar a atender as comunidades assistidas pelo programa Mais Vida nos Morros. A previsão é ampliar a oferta de produtos com a criação de corrimão para escadarias em morros, brinquedos para as crianças e mobiliário urbano, como bancos e papeleiras.


Mais Lidas