Morre o jornalista Paulo Henrique Amorim aos 77 anos

Último trabalho dele na TV foi na Record, na apresentação do programa Domingo Espetacular

LUTO
Morre o jornalista Paulo Henrique Amorim aos 77 anos

Ele sofreu um infarto fulminante em sua casa, no Rio de Janeiro - Foto: Divulgação/Record

Morreu nesta quarta-feira (10), aos 77 anos, o jornalista e apresentador de TV Paulo Henrique Amorim. Ele estava em casa, no Rio de Janeiro, quando sofreu um infarto fulminante.

Paulo Henrique Amorim estava na Record TV desde 2003 e deixa um legado para o jornalismo brasileiro, uma vez que passou por diversos jornais, revistas e emissoras de televisão do país.

Paulo Henrique estreou no jornal A noite, em 1961. Depois, foi trabalhar em Nova York, como correspondente internacional da revista Realidade e, posteriormente, da revista Veja.

Na televisão, passou pela extinta TV Manchete e pela TV Globo, também como correspondente internacional.

Em 1996, foi para a TV Bandeirantes, onde apresentou o Jornal da Band.// Depois, foi para a TV Cultura.  Já em 2003, foi contratado pela TV Record, onde apresentou o Jornal da Record. Ajudou a criar a revista eletrônica Tudo a Ver na emissora. Depois, assumiu a apresentação do Domingo Espetacular, onde ficou até junho deste ano quando, após 14 anos ininterruptos, foi afastado.

Especulações e rumores apontam que críticas do jornalista ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Justiça, Sergio Moro, motivaram o afastamento. segundo a Record, as mudanças fizeram parte do processo de reformulação do jornalismo da emissora.

Paulo Henrique Amorim deixa uma filha e a mulher, Geórgia Pinheiro.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.