Entenda os tipos de saque do FGTS aprovados pelo governo federal

Economista Roberto Padovani acredita que a medida do governo não irá comprometer o fundo de garantia

DINHEIRO
Entenda os tipos de saque do FGTS aprovados pelo governo federal

Além do saque de até R$ 500 por conta, o governo também anunciou uma nova modalidade de saques a partir de 2020: o saque-aniversário. - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O governo federal anunciou na última quarta-feira a liberação de saques de contas ativas e inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e do PIS-Pasep. De acordo com o governo, os saques do FGTS começarão em setembro.

A previsão é injetar R$ 42 bilhões na economia até 2020. Os saques do PIS-Pasep começam em agosto.

De acordo com o governo, o saque neste ano será de até R$ 500 por conta. Roberto Padovani - economista-chefe do Banco Votorantim - em entrevista ao programa Passando a Limpo nesta sexta-feira (26), acredita que a medida do governo não irá comprometer o fundo de garantia.

Confira a entrevista com o economista na íntegra abaixo:

 

Além do saque de até R$ 500 por conta, o governo também anunciou uma nova modalidade de saques a partir de 2020: o saque-aniversário.

De acordo com o Ministério da Economia, a migração não é obrigatória. Se o trabalhador não comunicar à Caixa a intenção de aderir ao saque-aniversário, permanecerá na regra anterior.

De acordo com o ministro da economia, Paulo Guedes, dos R$ 42 bilhões que o governo prevê que serão injetados na economia, R$ 30 bilhões serão liberados em 2019 e os outros R$ 12 bilhões, em 2020.

Dos R$ 30 bilhões previstos para este ano, R$ 28 deverão ter origem nos saques do FGTS e outros R$ 2 bilhões, nas contas do PIS-Pasep.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.