Prefeitura

Justiça determina que Agrestina suspenda contratos temporários


Prefeitura terá até o dia 30 de outubro para suspender todos os contratos, estando ainda proibida de renovar contratações temporárias

Priscila Miranda
Priscila Miranda
Publicado em 30/07/2019 às 9:21
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

O juiz Francisco Jorge Alves da Vara Única de Agrestina, no Agreste de Pernambuco, deferiu liminar atendendo ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público de Pernambuco determinando que a prefeitura suspenda até o dia 30 de outubro deste ano todos os contratos temporários celebrados a partir de 1º de janeiro de 2019, estando ainda proibida de renovar contratações temporárias de serviços ou realizar novas contratações nos mesmos moldes.

O último concurso público promovido pela Prefeitura de Agrestina antes do exercício financeiro de 2017 ocorreu no ano de 2004. Mesmo assim, de 2009 a 2012 e 2013 a 2018 o município vem efetuando contratações temporárias de pessoal por excepcional interesse público.

Confira a reportagem de Giovani Gomes:


Mais Lidas