Polícia prende suspeitos de matar veterinária, mas investigação continua

A Polícia Civil acredita que três homens foram responsáveis pela morte da veterinária em Igarassu, na Região Metropolitana do Recife

IGARASSU
Polícia prende suspeitos de matar veterinária, mas investigação continua

Veterinária foi morta a tiros - Foto: Reprodução/ TV Jornal

A Polícia Civil de Pernambuco divulgou os detalhes da investigação da morte da veterinária Nathalia Regina Andrade, de 34 anos, que foi assassinada na terça-feira (30). De acordo com a polícia, três pessoas participaram do crime.

O primeiro preso foi Willames de Oliveira Mendes, de 23 anos, preso na quinta-feira (1º) no bairro de Joana Bezerra, na área central do Recife, e já está no Cotel, em Abreu e Lima.

Na sexta-feira (2), a polícia prendeu o suspeito de ser autor dos disparos. Fabrício Alves Gomes Ferreira, conhecido por Galego, de 19 anos, foi localizado na cidade de Lagoa do Carro, na Zona da Mata Norte do Estado. Outras duas pessoas chegaram a ser detidas no mesmo dia, mas foram liberadas porque, segundo a polícia, não teriam participação no assalto.

A última pessoa envolvida no crime, segundo a Polícia Civil, é Herlan Mendes Severino Pererira, de 22 anos, um mecânico que foi preso em uma pousada na cidade de Araçoiaba. Ele estaria dirigindo o carro na hora da fuga e perdeu o controle do veículo.

As investigações continuam porque o inquérito não foi concluído. Os três suspeitos já estão no Cote, em Abreu e Lima.

Detido por oferecer a arma do crime

Um outro homem também foi detido. Giliardi Cândido da Silva não teria participado da investida criminosa, mas teria oferecido a arma utilizada no crime.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.