Estudo aponta cidades do Nordeste em risco de estresse hídrico

A cidade de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, está na lista

ÁGUA
Estudo aponta cidades do Nordeste em risco de estresse hídrico

Água - Foto: Reprodução/TV Jornal Interior

Um estudo mundial realizado pela World Resources Institute (WRI) sobre recursos hídricos, apontou, nesta quarta-feira (7), as cidades de Petrolina, em Pernambuco, Juazeiro, na Bahia, e Juazeiro do Norte, no Ceará, com um risco extremo de estresse hídrico, que significa que a disponibilidade de água de determinada região não atende à demanda. Apesar disso, o Brasil, como país, está confortavelmente na 116ª posição de problema de falta de água em uma lista de 189 países.

De acordo com a pesquisa, 17 países são apontados em riscos extremamente alto de falta de água, onde 12 deles estão localizados no Oriente Médio ou na África. As causas apontadas para essa escassez de água são o consumo excessivo, desperdício, crise climática e degradação ambiental. Em todo o mundo, a escassez de água provoca conflitos, migração, insegurança alimentar e instabilidade financeira. Segundo os pesquisadores, uma das soluções mais fáceis seria investir na restauração florestal para melhorar a qualidade que chega aos reservatórios.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.