Tribunal de Justiça de Pernambuco lança o projeto Mãos Empenhadas

A ideia é incentivar as mulheres vítimas de violência a fazerem as denúncias quando for necessário

JUSTIçA
Tribunal de Justiça de Pernambuco lança o projeto Mãos Empenhadas

Luiza Brunet na companhia dos desembargadores Jones Figueirêdo, Adalberto de Oliveira Melo e Daisy Andrade - Foto: Reprodução - Tribunal de Justiça

O Projeto Mãos Empenhadas foi lançado nesta terça-feira (13) pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJ-PE), que visa capacitar profissionais da área da beleza para que eles ajudem no combate à violência doméstica.

A desembargadora Deyse Andrade, responsável pela coordenadoria da mulher no TJ, explica a ideia do programa. "Incentivar e formar cada vez mais pessoas no conhecimento da Lei Maria da Penha. Muitas vezes essas pessoas deixam de ter ajuda porque não conhecem onde procurar ou qual equipamento de segurança buscar. Então esse projeto vem com esse objetivo", disse.

De acordo com a desembargadora, os estabelecimentos parceiros dos projetos vão receber um selo de identificação.
“A partir da capacitação, todo aquele que for capacitado, aquele salão será identificado e os profissionais recebem o certificado de participação. Nós vamos começar o início da capacitação logo”, afirmou.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.