Prisão

Suspeito de matar estoquista em Cruz de Rebouças é preso

O pai do suspeito estava foragido desde 2011, após quebrar a tornozeleira eletrônica e também foi preso

Priscila Miranda
Priscila Miranda
Publicado em 14/08/2019 às 14:08
Reprodução/ Facebook
FOTO: Reprodução/ Facebook

A Polícia Militar e a Polícia Civil divulgaram, nesta quarta-feira (14), detalhes da prisão de Bruno Carlos Ferreira da Silva, 23 anos, que é suspeito de assassinar o estoquista Augusto Bezerra da Silva, 24 anos. O crime aconteceu no último sábado (10), em Cruz de Rebouças, Igarassu. O estoquista estava chegando em casa de moto com a noiva, quando foi abordado pelo suspeito e acabou levando dois tiros. Ele chegou a ser socorrido, mas não sobreviveu.

Bruno Carlos Ferreira da Silva foi preso na manhã dessa terça-feira (13), no município de Igarassu. A polícia também prendeu o pai dele, Carlos Arruda Cabral, de 49 anos. A prisão do pai não está relacionada ao crime que aconteceu no último sábado. Ele foi preso porque em 2011 quebrou a tornozeleira eletrônica, e se tornou foragido do sistema penitenciário. O pai teria cometido um latrocínio em 2003, mas ao quebrar a tornozeleira eletrônica em 2011, passou a ser procurado pela polícia.

Na delegacia, Bruno Carlos Ferreira da Silva confessou o crime e disse que teria cometido o assalto a mando de um traficante, pois precisava pagar uma dívida no valor de R$ 470 ao criminoso.

Na casa onde os dois foram encontrados, a polícia não encontrou a moto da vítima, nem a arma utilizada no crime.