GRANDE RECIFE

Ex-jogador é assassinado na saída de casa em Camaragibe

Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos

LOURENÇO GADÊLHA
LOURENÇO GADÊLHA
Publicado em 22/08/2019 às 12:22
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal

O corpo do ex-jogador de futebol Léo Gama deve ser sepultado na tarde desta quinta-feira (22). Ele foi assassinado na noite desta quarta-feira (21), em Camaragibe, Região Metropolitana do Recife. O crime aconteceu na Rua Professor Luiz Gonzaga, por volta das 20h. O ex-jogador Léo Gama tinha acabado de jantar com os pais e se preparava para ir até a academia em que trabalhava como personal trainer.

Segundo testemunhas, Léo entrou em um carro estacionado na rua e foi emparelhado por outro veículo. Vários tiros foram disparados pelo carona. Léo Gama chegou a ser socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Caxangá, mas não resistiu aos ferimentos.

O pai dele, que não foi identificado, presenciou toda a cena do crime e estava muito abalado. Pela manhã, recebeu amigos e parentes que foram prestar solidariedade à família. "Ontem, quando ele estava saindo, passou esse carro, parou e atirou nele. Não sei de nada. Está tudo nas mãos de Deus. Trazer ele com vida não traz mais. O que eu queria era ele com vida", disse o pai do ex-jogador.

Carreira

Léo Gama tinha 33 anos, já tinha atuado como zagueiro no Salgueiro, Cabense, América-PE e em times do Rio Grande do Norte. Encerrou a carreira por conta de lesões nos joelhos. Se formou em Educação Física e trabalhava como personal trainer numa academia.