Vítima de acidente de kart evolui sem intercorrências após cirurgia

Débora Esthefany Dantas de Oliveira, de 19 anos, vítima de um escalpelamento em um acidente de kart, permanece internada no CTI

TRATAMENTO
Vítima de acidente de kart evolui sem intercorrências após cirurgia

Débora Esthefany Dantas de Oliveira, de 19 anos - Foto: Reprodução/Rádio Jornal

A auxiliar de ensino Débora Esthefany Dantas de Oliveira, de 19 anos, evolui sem intercorrências após o procedimento cirúrgico realizado no sábado (24) no Hospital Especializado de Ribeirão Preto, em São Paulo. O tratamento da jovem deve durar dois anos.

A informação consta no boletim médico divulgado na tarde desta segunda-feira (26). Ainda segundo o hospital, o procedimento cirúrgico contou com sete médicos e durou dez horas. Após o término, a paciente foi encaminhada para o Centro de Tratamento e Terapia Intensiva (CTI), onde deve permanecer nesta fase do tratamento.

A vítima do escalpelamento num acidente de kart foi submetida a um retalho microcirúrgico para cobertura da calota craniana.

Confira a nota completa

“A paciente Débora Dantas de Oliveira foi submetida a retalho microcirúrgico no sábado. Evoluiu sem intercorrências no pós-operatório imediato, tendo passado o final de semana na CTI com dados vitais normais e excelente evolução do retalho microcirúrgico. Hoje foi realizado um curativo sob anestesia para reavaliação da área operada e troca do curativo. Deverá permanecer no CTI nesta fase do tratamento”.

Relembre o caso

O acidente com o escalpelamento ocorreu no dia 11 de agosto em uma pista de kart indoor no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. A jovem perdeu 100% do couro cabeludo.

Na quinta-feira (22), Débora passou pelo procedimento para reconstrução das pálpebras já no Hospital Especializado de Ribeirão Preto. O reimplante do couro cabeludo no Hospital da Restauração, no bairro do Derby, que foi realizado um dia após o acidente, teve que ser removido dias depois em decorrência de uma trombose.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.