AUMENTO NA TARIFA

Aumento na tarifa do metrô gera insatisfação para os passageiros


O valor de R$ 3 da tarifa passou a valer no último domingo (8)

Publicado em 09/09/2019 às 10:08
Reprodução/Rádio Jornal
FOTO: Reprodução/Rádio Jornal
Leitura:

No primeiro dia útil com a nova tarifa do metrô, nesta segunda-feira (9) os passageiros demonstraram insatisfação em relação ao reajuste e à qualidade do serviço. Desde o último domingo (9), a tarifa passou a custar R$ 3. O aumento do preço faz parte de uma série de reajustes e deve chegar a R$ 4 em março de 2020.

"É um absurdo devido a qualidade. Passei uma hora para chegar aqui. De um terminal a outro, antigamente era 30 minutos. Tudo que é aumento peso no bolso da gente”, disse uma passageira, que preferiu não se identificar.

De acordo com o superintendente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), Leonardo Vilar, o aumento na tarifa não representa um maior orçamento destinado ao metrô.

"O aumento não repercute na melhoria do sistema de imediato. Poderá no futuro repercutir ou não, isso vai depender da lei orçamentária que é votada no Congresso. Tudo que a gente arrecada aqui, a gente é obrigado a depositar na conta única da União. O metrô não utiliza esse dinheiro arrecadado nas bilheterias. Depois que a União recolhe esse recurso, ela começa a destinar o dinheiro arrecadado”, disse.

Ele também relatou problemas causados pela escassez de recursos.

“O recurso que a gente recebe não é suficiente para a gente dar um transporte esperado pela população. Grande parte dos equipamentos do metrô estão paralisados por falta de orçamento”, afirmou.

O próximo aumento vai acontecer em novembro, quando a passagem vai para R$3,45.

Confira reportagem de Juliana Oliveira:


Mais Lidas