A dor do amor foi o assunto da coluna Psicologia em Movimento

O psicólogo Sylvio Ferreira conversou sobre o assunto com Marcelo Araújo, no Programa Movimento Cultural

PROGRAMA MOVIMENTO
A dor do amor foi o assunto da coluna Psicologia em Movimento

A dor do amor foi o assunto da coluna Psicologia em Movimento - Foto: Reprodução / Internet

A dor é um acontecimento ou uma experiência de vida que toda pessoa quer evitar, seja ela a dor física ou psíquica. A dor ocupa por completo a nossa atenção e consome os nossos pensamentos, dia e noite, enquanto não cessa. Mas para a dor física ou orgânica, a pessoa pode recorrer a ajuda médica, iniciar um tratamento, e vir a resolver o problema ou debelá-la, na maioria dos casos.

 Difícil é quando a dor é de natureza afetiva ou emocional, esse tipo de dor que nos consome por dentro, que nos dilacera e que nos apavora. A dor decorrente de uma perda afetiva, por exemplo, representada pelo falecimento de alguém que amamos muito. Ou a dor representada pelo fim de um relacionamento, em que entramos de peito aberto e nos entregamos por completo na relação com o outro, sem medo de ser feliz. Mas de repente, eis que de repente, o relacionamento acaba e o chão se abre aos nossos pés.

 Nesses casos, a dor decorrente da falta do outro é uma das experiências de vida mais dolorosas que alguém pode viver. Todavia, assim é a vida! O psicólogo Sylvio Ferreira falou sobre "a dor do amor", na coluna Psicologia em Movimento.

Ouça a coluna na íntegra:

TAGS

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.