Biblioteca Pública de Olinda é reaberta após trabalho de reeducandos

Biblioteca Pública de Olinda foi criada através de um decreto de Dom Pedro I em 1830 e é a primeira da rede pública do estado

LITERATURA
Biblioteca Pública de Olinda é reaberta após trabalho de reeducandos

Reeducandos foram responsáveis pela reforma do equipamento - Foto: Divulgação/ Governo do Estado

Moradores e turistas ganham, a partir desta quarta-feira (18), mais um equipamento cultural na Marim dos Caetés. A Biblioteca Pública Municipal de Olinda, que fica na Avenida Liberdade, no bairro do Carmo, passou por reforma e será reaberta durante solenidade a partir das 9h.

O equipamento histórico foi reformado graças ao trabalho de cinco reeducandos, egressos do sistema prisional.

Os ex-detentos são beneficiados por um convênio de empregabilidade viabilizado pelo Patronato Penitenciário, órgão ligado à SJDH responsável por acompanhar os cumpridores em regime aberto e livramento condicional. Com a conclusão, os trabalhadores continuam contratados e serão realocados para outros serviços na cidade histórica.

A reforma durou cinco meses e os trabalhadores fizeram a recuperação da fachada, pintura, jardinagem, manutenção hidráulica e elétrica, além de auxiliar na catalogação do acervo de mais de 15 mil obras.  

História

Criada através de um decreto de Dom Pedro I em 1830, quando a cidade de Olinda ainda era a capital da província de Pernambuco, a biblioteca é a primeira da rede pública de Pernambuco e a terceira do Brasil.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.