Número de mortos em incêndio no Hospital Badim sobe para 14

Entre as vítimas, dez morreram no próprio local do incêndio

FATALIDADE
Número de mortos em incêndio no Hospital Badim sobe para 14

O Hospital Badim está localizado no bairro do Maracanã, na zona Norte do Rio - Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O Hospital Badim confirmou na tarde desta terça-feira (17) a morte de mais um paciente transferido depois do incêndio que destruiu o prédio na última quinta-feira (12). A paciente internada estava no Hospital Israelita Albert Sabin. No total, já são 14 mortes desde o incidente, três das quais ocorreram entre ontem e hoje.

Entre as vítimas, dez morreram no próprio local do incêndio, uma delas morreu momentos depois, quando já tinha sido transferida para o Hospital Albert Sabin. Ontem, o hospital confirmou a morte de um paciente que tinha sido encaminhado para o Copa D’Or.

Nesta terça-feira (17), foram confirmadas mais esta vítima, no Albert Sabin, e outra, que morreu durante a madrugada, no Hospital Samaritano.

Incêndio teve início em gerador 

Os peritos da Polícia Civil constataram que o incêndio que matou 14 pessoas na última quinta-feira (12) no Hospital Badim, no Rio de Janeiro, começou no gerador de energia da unidade. Eles estiveram no sábado (14) no subsolo do prédio incendiado e recolheram peças do equipamento.

Segundo os peritos, é preciso, no entanto, esperar que a empresa responsável pela manutenção dos geradores retire uma peça específica do equipamento. Essa peça será levada ao laboratório do Instituto de Criminalística Carlos Éboli, da Polícia Civil, e analisada, para que se conheça a causa do incêndio. Ainda não é possível apontar os responsáveis.  

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.