Relembre história do médico que venceu a pobreza e hoje é cirurgião

A história do médico Esaú Santos, de 29 anos, foi a terceira matéria da série Reencontros

REENCONTROS
Relembre história do médico que venceu a pobreza e hoje é cirurgião

Esaú hoje em dia é cirurgião vascular - Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem

Na terceira reportagem da série Reencontros, relembre a história especial do jovem médico Esaú da Silva Santos, 29 anos. De origem humilde, morador da Zona Rural de Jaboatão dos Guararapes, ele mudou o rumo de vida graças à força de vontade, ao empenho e à solidariedade de muita gente que o ajudou. Mas acima de tudo porque Esaú decidiu que a educação faria a diferença para sempre.

Esaú Santos é filho da dona de casa Quitéria da Silva e do agricultor Severino dos Santos. Cresceu ao lado do irmão Jacó com todas as limitações de uma família humilde na Zona Rural de Jaboatão dos Guararapes e não esconde que muitas vezes faltou comida.

O médico lembra que ele e o irmão não podiam estudar numa escola melhor porque sequer tinha dinheiro para o ônibus. Aprendeu a ler em casa com a mãe e com os livros que o pai achava na rua. Usou roupas e calçados doados por pessoas conhecidas. Mas aprendeu desde cedo o que poderia mudar o destino que parecia traçado.

Confira outras matérias da série Reencontros:

Único sobrevivente à raiva humana no país dá exemplo de resiliência

Veja como está a menina que salvou seus livros e ganhou uma nova vida

Esaú Santos prestou vestibular para medicina na Universidade de Pernambuco (UPE) em 2005. Com todos os obstáculos que a vida lhe impôs, passou em primeiro lugar entre os candidatos cotistas das escolas públicas. Ele fala da dificuldade enfrentada até para saber o resultado. Sem acesso a telefone e computador, foi na Biblioteca Central do Estado, no Recife, que conferiu o nome de aprovado. Hoje, cirurgião de três hospitais do Recife, Esaú fala com emoção daquele dia. “Eu estava com meu irmão só. Quando a gente chegou em casa, meu irmão me pôs nas costas já gritando ‘ah! É medicina!”, lembrou.

Confira a história completa do jovem médico na reportagem de Ivan Junior:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.