DIA DAS CRIANÇAS

Especialista alerta para segurança dos brinquedos no Dia das Crianças

Agentes do Ipem vão aumentar as fiscalizações para verificar a segurança dos brinquedos que estão sendo comercializados em Pernambuco

Publicado em 02/10/2019 às 16:06
Reprodução/ Internet
FOTO: Reprodução/ Internet
Leitura:

Com a chegada do mês de outubro e a proximidade do Dia das Crianças, os agentes do Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE) vão aumentar as fiscalizações. Os fiscais vão percorrer o comércio do estado para verificar se os brinquedos, bicicletas, cadeirinhas e berços atendem às regras de segurança que são estabelecidas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

A coordenadora da qualidade industrial, Lélia Pinheiro, destaca a importância da operação e faz um apelo aos responsáveis pelas crianças. “Nós vamos realizar uma operação especial relativa a vida das crianças. Esse trabalho é feito durante todo o ano. A gente observa brinquedo, material escolar, observa tudo que tem que ter o selo do Inmetro. Em especial nessa época, gostaria de pedir aos pais que tivessem alguns cuidados, como por exemplo escolher o brinquedo adequadamente em relação à faixa etária da criança”, alertou.

Lélia também ressalta que é importante que os responsáveis observem bem ao comprarem os presentes das crianças. Ela dá dicas fundamentais para garantir a segurança dos pequenos. “Os pais devem observar sempre o selo de identificação da conformidade do Inmetro, que é o selo de segurança. Nunca compre no comércio informal, porque não tem garantia de procedência, o produto pode ser falsificado ou fabricado em indústria clandestina. Esses produtos nessas situações podem não atender as condições mínimas de segurança, especialmente em relação a toxicidade dos produtos”, explicou.

Caso os responsáveis pelas crianças notem algum tipo de irregularidade nos produtos, eles devem ligar para o Ipem no número 0800 081 1526. Em contato com a ouvidoria, os clientes devem informar os detalhes da compra e do produto. Desta forma, o IPEM vai realizar apreensão do produto. O valor da infração leva em consideração a reincidência do infrator, porte da empresa, margem de erros e outras penas. De acordo com a Legislação vigente, a multa varia de R$ 100 a R$1,5 milhão.

Confira a reportagem de Beatriz Albuquerque:

Mais Lidas