FGTS

Tire suas dúvidas sobre o saque-aniversário do FGTS

O saque na nova modalidade só poderá ser realizado a partir de abril de 2020

Publicado em 02/10/2019 às 11:24
Marcelo Camargo/Agência Brasil
FOTO: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

Os trabalhadores já podem optar pelo saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) na Caixa Econômica Federal. Os pagamentos começarão a serem pagos a partir de abril do próximo ano, mas quem desejar aderir à nova modalidade, já pode solicitar desde essa terça-feira (1).

A superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Simone Nunes, explica nova mudança para as pessoas que têm direito ao benefício. "Agora o trabalhador tem duas formas de sacar o fundo de garantia. Antigamente o trabalhador só podia sacar se fosse demitido sem justa causa. Então tem muita gente com conta inativa de fundo de garantia porque pediu demissão, mudou de empresa e não sacou aquele valor. Agora o trabalhador pode fazer a opção pelo saque-aniversário", disse.

A decisão de migrar para essa modalidade não anula a multa de 40% em caso de demissão sem justa causa. No saque-aniversário, o trabalhador demitido sem justa poderá sacar somente o valor da multa rescisória do FGTS, mas perderá o direito ao "saque-rescisão", isto é, não poderá retirar o saldo total de sua conta do FGTS ao ser demitido.

Ela também explica como a nova modalidade vai funcionar na prática.“Uma pessoa que nasceu em janeiro e fez a opção pelo saque-aniversário, não vai receber o dinheiro em janeiro de 2020, porque o calendário do ano que vem só começa em abril. A partir do mês de abril ela vai receber o primeiro valor do saque aniversário. Se ela tiver até 500 reais, ela vai sacar 50% do valor. Agora suponhamos que a pessoa tenha R$ 21 mil na conta, fez a opção pelo saque aniversário e nasceu no mês de janeiro. Essa pessoa em abril vai sacar R$ 3900, que é o valor do percentual dos 5% mais a parcela fixa conforme a tabela que já foi divulgada”, exemplificou.

Em relação ao recebimento, o trabalhador poderá optar para o saque-aniversário na conta da Caixa, mas o valor não será automaticamente creditado. “O trabalhador vai precisar dizer que quer passar para a modalidade saque-aniversário e se quiser, poderá informar uma conta para facilitar a vida e creditar o dinheiro direto na conta da Caixa”, concluiu.

Confira mais detalhes na reportagem de Juliana Oliveira:

Mais Lidas