Professora é assassinada em Caruaru e namorado dela confessa crime

Mulher teria discutido com o companheiro, que a esganou em um terreno baldio

CRIME
Professora é assassinada em Caruaru e namorado dela confessa crime

Homem foi levado para Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru - Foto: JC Online/Google Street View

Mulheres tentaram entregar drogas aos companheiros detentos da Penitenciária Juiz Plácido de Souza
Homem foi levado para Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru
JC Online/Google Street View

Uma professora de 47 anos moradora da cidade de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, foi assassinado por esganadura na Avenida Paris bairro Universitário, em Caruaru, também no Agreste. Joseilma Maria dos Santos havia saído de casa na última sexta-feira para ir à casa do namorado, Irandir Amaro de Lima, de 41 anos. Ele é o principal suspeito de ter cometido o crime, como afirma a delegada Erika Feitosa.

“Inclusive uma das motivações que ele diz do homicídio é que ela discutiu dizendo que se tivesse namorando com o ex-namorado dela já estaria casada. Então provavelmente ela queria casar e ele não. Todos da família eram contra, mas ela se mantinha com ele e infelizmente teve esse fim”, disse.

A delegada destaca que o suspeito confessou o crime em depoimento. “Eles tiraram o dinheiro em Belo Jardim, vieram para cá comer e depois que fizeram compras no centro. Mais ou menos por volta de 7 horas da noite eles foram jantar lá na Avenida Portugal, momento em que iniciou uma discussão, que foi piorando e culminou que diz ele que ela entrou nessa rua esquisita e acabou nesse terreno baldio. Agrediu ele e ele agredia ela, acabou que ele matou ela na forma de esganadura.”

O homem foi preso na manhã deste domingo (13), confessou o crime e já está na penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru. Com esta morte, subiu para seis o número de pessoas assassinadas no mês de outubro em Caruaru e para 132 no ano.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.