desastre ambiental

Governo Bolsonaro encerrou comitês do plano de ação de incidentes com óleo

As ações faziam parte do Plano Nacional de Contingência para Incidentes de Poluição por Óleo em Água (PNC)

Publicado em 19/10/2019 às 10:59
Bruno Campos/JC Imagem
FOTO: Bruno Campos/JC Imagem
Leitura:

O governo de Jair Bolsonaro (PSL) encerrou, em abril, dois comitês que faziam parte do Plano Nacional de Contingência para Incidentes de Poluição por Óleo em Água (PNC), instituído em 2013, de acordo com o jornal Folha de São Paulo. Na quinta-feira (17), o Ministério Público Federal cobrou, publicamente, o governo federal para acionar o PNC diante desastre ambiental no praias do Nordeste. De acordo com o Ibama, até a sexta-feira (18), 187 locais foram afetados pelas manchas de óleo.

>>>Ao menos 20 toneladas de óleo já foram retiradas do litoral de PE<<<

>>>Pescadores temem chegada de manchas de óleo ao Grande Recife<<<

Bruno Campos/JC Imagem
Voluntários retiram manchas de óleo do litoral pernambucano - FOTO:Bruno Campos/JC Imagem
Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Grupo trabalha para retirar o óleo na foz do Rio Persinunga, na divisa entre Pernambuco e Alagoas - FOTO:Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Depois de chegar em Alagoas, manchas de óleo seguiram para São José da Coroa Grande (PE) - FOTO:Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Bruno Campos
Manchas de óleo invadem Praia dos Carneiros, em Tamandaré - FOTO:Bruno Campos
Bruno Campos/JC Imagem
Manchas de óleo chegam a uma das principais praias do litoral nordestino, a dos Carneiros - FOTO:Bruno Campos/JC Imagem
Bruno Cezar
Visão da Praia dos Carneiros, em Tamandaré - FOTO:Bruno Cezar
Jefferson Nascimento/TV Jornal Interior
Óleo recolhido da Praia dos Carneiros, em Tamandaré - FOTO:Jefferson Nascimento/TV Jornal Interior
Bruno Campos/JC Imagem
Voluntários atuam na Praia dos Carneiros, em Tamandaré - FOTO:Bruno Campos/JC Imagem

Decreto

Através de decreto, foram extintos vários conselhos, comissões, comitês, juntas e outras entidades criadas em gestões anteriores, sendo mantidas apenas os criados na gestão atual e também por lei. Os dois comitês eram compostos pelos ministérios do Meio Ambiente (responsável pela liderança do PNC) e Minas e Energia, Marinha, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), entre outros.

Leia mais na TV Jornal

Mais Lidas