Rádio Jornal passa a oferecer boletins de notícias pelo Google Assistant

Quem usa smartphones pode acessar notícias da Rádio Jornal por comandos de voz

INFORMAÇÃO
Rádio Jornal passa a oferecer boletins de notícias pelo Google Assistant

Quem usa smartphones pode acessar notícias da Rádio Jornal por comandos de voz - Foto: Reprodução/Rádio Jornal

A Rádio Jornal agora conta com um serviço para quem deseja ouvir boletins de notícias pelo smartphone. Áudios com cerca de três minutos estão disponíveis, diariamente, através do Google Assistant. Com três edições - manhã, tarde e noite -, os boletins fazem um resumo dos principais assuntos do dia que são destaque na programação da rádio.

Para os usuários de celulares com sistema operacional Android,  o Google Assistant já está instalado no aparelho. Caso seja um celular mais antigo, há opção de baixar o app no Google Play.  Já os que possuem iPhone, com sistema operacional iOS, é preciso baixar o aplicativo, no App Store, para acessar o boletim.  Com o Google Assistant, basta falar ou digitar “toque notícias da Rádio Jornal” e o conteúdo em áudio começará a tocar automaticamente.

Mais informação

Para a diretora de Conteúdos Digitais do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC), Maria Luiza Borges, a novidade chega para dar mais opções para quem consome informação.

“O Google tem feito parcerias com os principais veículos de mídia do mundo para oferecer notícias em áudio. Notícias locais são um dos principais focos. Nesse contexto, a parceria com a Rádio Jornal é mais que oportuna. Três vezes por dia, vamos embalar nosso conteúdo, com essa perspectiva regional, para estar disponível a todos os usuários do Google Assistente e, cada vez mais, levar Pernambuco para o mundo”, afirmou.

Já Mônica Carvalho, diretora de Conteúdo Jornalístico da Rádio Jornal, diz que este é mais um passo para que a Rádio Jornal conquiste novos ouvintes. “A Rádio Jornal já está com sua programação disponível on demand e este serviço, personalizado, é mais uma opção para o nosso ouvinte, aquele que já nos consome, e pode atrair um novo público, com noticiário rápido, relevante e de interesse regional e nacional”, destacou.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.