SAÚDE

Mais Médicos: saiba como estão as unidades básicas em PE um ano após saída de cubanos


Profissionais cubanos atuaram no Mais Médicos de 2013 até 2018

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 14/11/2019 às 17:04
Divulgação/Portal Brasil
FOTO: Divulgação/Portal Brasil
Leitura:

Há um ano, o governo de Cuba anunciava o fim da relação entre os médicos cubanos e o programa Mais Médicos, no Brasil. Aqui em Pernambuco, cerca de 1,6 milhão pessoas utilizaram os serviços dos médicos cubanos, entre os anos de 2013 e 2018.

A repórter Beatriz Albuquerque conversou com profissionais de saúde e pacientes para saber como está a situação das unidades básicas de saúde. Confira a matéria especial:


Mais Lidas