LUTO

Morre aos 92 anos o artista plástico Francisco Brennand


Ele estava internado no Hospital Português do Recife

Publicado em 19/12/2019 às 12:26
JC Imagem
FOTO: JC Imagem
Leitura:

Com informações do JC Online

Morreu nesta quinta-feira (19) o artista plástico Francisco Brennand. O pernambucano de 92 anos faleceu às 11h, no Hospital Português do Recife, devido a complicações de uma infecção respiratória. O velório de Brennand começa ainda no fim da tarde desta quinta-feira, na Capela Imaculada Conceição, dentro da Oficina Brennand, localizada no bairro da Várzea, Zona Oeste do Recife. Recentemente, sua Oficina foi transformada em instituto para preservar o seu patrimônio.

Vida e obra

Francisco de Paula Coimbra de Almeida Brennand nasceu em 11 de junho de 1927, no Recife. Contemporâneo do homem que obrigou o século 20 a articular o termo cubismo, Francisco Brennand aprendeu a modelar a argila com o artista Abelardo da Hora, então funcionário da fábrica cerâmica de seu pai. Incentivado por Cícero Dias, ao viajar para a Europa em 1949 para estudar com nomes como André Lhote e Fernand Léger, conheceu as obras de Miró e Picasso. O susto-revelação: o pintor da Guernica era também ceramista. “Ali, vi que a cerâmica poderia ter a mesma grandeza da pintura a óleo, meu interesse até então. Ou até mais”, diz ele, dono de obras de dimensões totemicamente públicas como a Coluna de Cristal e outras peças mimetizadas no corpo físico do Recife.

Conhecido como o Mestre dos Sonhos, em novembro de 1971, o artista começou a reconstruir a Velha Cerâmica São João da Várzea, fundada pelo seu pai em 1917. Esse conjunto, encontrado em ruínas, deu início a um colossal projeto de esculturas cerâmicas que deveriam povoar os espaços internos e externos do ambiente.

REPERCUSSÃO

"A cultura de Pernambuco tem muitas marcas, sendo uma das mais ricas do País. E, sem dúvida, uma das grandes referências está justamente na produção artística de Francisco Brennand. É uma grande perda para todos. Sua obra marcou época e contribuiu com a projeção do Estado no mundo. Deixa para todos nós um dos maiores valores: sua produção artística que tanto nos orgulha”, depoimento do empresário João Carlos Paes Mendonça, presidente do Grupo JCPM e do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação.

"Lamento perda do gigante pernambucano Francisco Brennand. Ele é para nossa arte o que Paulo Freire é para o nosso pensamento", disse o senador Cristovam Buarque nesta quinta-feira (19), no Twitter. "Francisco Brennand marcou a cultura e as artes do nosso país. Levou o nome de Pernambuco aos 4 cantos do mundo. Pernambuco de luto só tem a dizer: muito obrigado Francisco Brennand pela sua obra de vida", escreveu o deputado federal Daniel Coelho no microblog.

"É com pesar que falamos do falecimento do grande artista plástico pernambucano, Francisco Brennand, hoje, aos 92 anos. Desenvolveu seu trabalho com diversos suportes, entretanto é mais conhecido pelo seu trabalho como ceramista onde é autor de importantes espaços culturais da cidade do Recife, como a Oficina Cerâmica Francisco Brennand e o Parque das Esculturas Francisco Brennand. Em 2017 foi agraciado com a Medalha do Mérito Guararapes - Grã Cruz, a mais alta honraria do Estado de Pernambuco. Meus sentimentos à família. Muita luz e paz nesse momento", ressaltou Isaltino Nascimento (PSB), líder do governo na Alepe.

Veja outros depoimentos

Reportagem em atualização

A ÚLTIMA ENTREVISTA DE BRENNAND AO JC:


Mais Lidas