Análise libera consumo de peixes e frutos do mar do litoral pernambucano

O exame confirma a segurança para o consumo de todas as espécies de pescados analisadas

LIBERAÇÃO
Análise libera consumo de peixes e frutos do mar do litoral pernambucano

A análise também libera o consumo dos peixes xaréu e sapuruna, que antes não eram recomendados para consumo - Foto: Guga Matos/JC Imagem

Com informações do JC Online

Após o vazamento de óleo que atingiu, desde o inicio de setembro, o litoral nordestino, o Governo de Pernambuco anunciou que peixes e frutos do mar do litoral pernambucano estão liberados para o consumo. O relatório final das análises dos pescados coletados no litoral do Estado foi liberado nesta segunda-feira (30). Nele, o consumo de 17 espécies de peixes, duas de camarão, além de siri, aratu, ostras, marisco e sururu foram liberados.

A análise foi realizada pelo Governo de Pernambuco em parceria com a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ).

O exame também libera o consumo dos peixes xaréu e sapuruna, que antes não eram recomendados para consumo. Ao todo já foram analisadas 150 amostras de peixes e frutos do mar.

 Segundo o secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, Dilson Peixoto, as novas amostras coletadas apontam que os níveis de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs) são seguros para o consumo. “Os laudos nos dão segurança para dizer aos pernambucanos que nossos pescados estão seguros”, assegura.

Pesca artesanal

A coleta e análise dos pescados faz parte do plano de ação do Governo de Pernambuco para avaliar e monitorar o impacto do derramamento de óleo no litoral do Estado. Os lotes analisados foram coletados diretamente com pescadores artesanais em dez localidades do litoral do Estado, incluindo praias e estuários.

De acordo com o secretário Dilson Peixoto, o Governo de Pernambuco vai continuar acompanhando a situação da pesca artesanal no estado. “Vamos continuar acompanhando a recuperação da pesca artesanal e divulgando o resultado das análises, como fizemos com o trade turístico. As pessoas já estão voltando a comprar nossos peixes, crustáceos e mariscos e em breve a situação estará normalizada”, avaliou.

Espécies seguras para consumo

Espécies de peixes seguras para consumo: Ariocó, Bagre, Boca Torta, Budião, Cação Preto, Carapeba, Cavala, Cioba, Coró, Guaiuba, Manjuba, Sapuruna, Sauna, Saramunete, Serra, Tainha e Xaréu. Os tipos de camarão rosinha e sete barbas também estão liberados. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.