Passageiros criticam proposta de aumento da passagem de ônibus

As justificativas da Urbana-PE para o reajuste das passagens de ônibus são o aumento do preço do combustível, além de gastos com veículos e pessoal

RMR
Passageiros criticam proposta de aumento da passagem de ônibus

A justificativa da Urbana-PE para o reajuste é composta pelo aumento do preço do combustível, além de gastos com veículos e pessoal - Foto: Cirio Gomes/TV Jornal

Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Pernambuco (Urbana-PE), encaminhou ao Governo do Estado uma proposta de realinhamento tarifário. O intuito dos empresários do transporte é aumentar a passagem de ônibus da Região Metropolitana do Recife em mais de 14%. Com a proposta, o valor do anel A passaria de R$ 3,45 para três R$ 3,90. O anel B mudaria de R$ 4,70 para R$ 5,35. Já o anel G passaria de R$ 2,25 para R$ 2,55.

A justificativa da Urbana-PE para o reajuste é composta pelo aumento do preço do combustível, além de gastos com veículos e pessoal. Ainda está incluso no valor, R$ 0,05 referente à colocação de ar condicionado na frota de ônibus do Grande Recife, conforme lei aprovada no fim de 2018.

A notícia da proposta de reajuste não foi bem aceita pela população. A enfermeira Emanuela Albuquerque acredita que o aumento proposto é absurdo. “Só vem aumento, mas não vem a melhoria. Assalto não diminui e a condição do ônibus não melhora. É complicado, principalmente pra gente que é trabalhadora e o salário já não é essas coisas toda”, disse.

A encarregada Andrea Marques, ressaltou que o aumento não é condizente com a realidade do transporte. “Transporte péssimo, atendimento péssimo, os ônibus demoram demais. Não tem condições, de jeito nenhum”, criticou.

A vendedora Mariana de Castro destaca que vai ter que mexer no orçamento caso o reajuste da passagem de ônibus seja efetivado. Ela também lembra que o serviço deixa a desejar. “A questão do aumento assusta a gente porque a gente não recebe uma retribuição disso. A segurança é muito ruim, [o ônibus] não comporta a quantidade da população e ainda tirando os cobradores complicou muito mais”, afirmou.

Governo recusa proposta 

O Governo de Pernambuco afirmou através de nota que não aceita a proposta de reajuste no valor das passagens apresentada. O governo definiu a sugestão de aumento como inaceitável.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.