Casos de violações contra idosos aumentam 82% em 2019

A causa, segundo o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, é que as pessoas estão tomando coragem para denunciar

VIOLÊNCIA
Casos de violações contra idosos aumentam 82% em 2019

A maioria das denuncias são realizadas pelo vizinhos, que estão se solidarizando com os idosos - Foto: Reprodução/ Internet

O número de casos de violação contra idosos em Pernambuco subiu 82% de 2018 para 2019, segundo dados divulgados pela Secretaria Executiva de Direitos Humanos do Estado. As violações podem ser físicas, psicológicas ou financeiras. De acordo com o Centro Integrado de Atenção e Prevenção contra a Pessoa Idosa (Ciappi), 90% das violações são praticadas por aqueles que deveriam cuidar dos idosos.

Osecretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico,  garante que na maioria dos casos, os agentes causadores das violações são membros da própria família. "Quem mais denuncia são os vizinhos porque, muitas vezes, a violência é praticada dentro da casa por familiares", disse.

O secretário aponta que o aumento dos casos reflete o encorajamento das pessoas em denunciar este tipo de violência. "As pessoas estão tomando coragem e se solidarizando com os idosos. Com isso, estão partindo para denunciar.  A denúncia é importante porque elas nos dá conhecimento do local onde está acontecendo algum tipo de negligência, violência financeira ou física", ressaltou Pedro Eurico.

Ainda segundo o secretário, os números são positivos, já que a partir deles, mais idosos estão recebendo apoio e proteção. Eurico alerta que em caso de novas denúncias, órgãos específicos podem ser acionados.  "Procurar o Ministério Público quando se trata de alguma denúncia de violação grave de direito, principalmente de violência. Devemos procurar também a delegacia do idoso, que funciona no Recife. Já nos locais que não tem delegacia especializada do idoso, as pessoas devem procurar a delegacia local para instalação de um inquérito. Quando o caso é de violência de financeira, atuamos  diretamente, já a de negligência e do abuso a integridade psicológica do idoso, a gente encaminha para os Creas dos municípios darem assistência a essas pessoas". 

O Ciappi está localizado na Rua Santo Elias, n° 535, no bairro do Espinheiro. As denúncias podem ser realizadas no local ou pelo telefone 3182-7649.

Com informações de Mônica Ermírio, ouça a reportagem de Elis Martins: 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.