Funcionário de cartório em Casa Forte denuncia cliente por racismo

O escriturário disse que essa foi a segunda vez que foi alvo de racismo no local, mas só agora decidiu denunciar

PRECONCEITO
Funcionário de cartório em Casa Forte denuncia cliente por racismo

O caso foi registrado na Delegacia de Casa Amarela - Foto: Wellignton Lima/ JC Imagem

Um funcionário de um cartório no bairro de Casa Forte, na Zona Norte do Recife, denuncia um cliente por racismo. O caso aconteceu na última terça-feira (4) e o estabelecimento funciona na Rua Laurindo Coelho.

Câmeras de segurança flagraram o momento em que o suspeito, que aparenta ter 60 anos, discute com o escriturário. Segundo a vítima, o cliente do cartório teria proferido palavras racistas. Outros funcionários tentaram acalmar o suspeito, mas sem sucesso.

O escriturário Gilberto Silva disse que já é a segunda vez que é alvo de ataques racistas, mas que foi a primeira vez que decidiu denunciar. “Como isso vem acontecendo, infelizmente, no país da gente, que não deveria existir isso, quem sofrer qualquer tipo de racismo procure [a polícia] porque isso não pode ficar impune”, disse.

Investigação 

O caso foi registrado na Delegacia de Casa Amarela e o homem pode ser indiciado por injúria racial.

Segundo a delegada Lídia Barci, responsável pela investigação, o idoso que apareceu nas câmeras e outras pessoas que presenciaram a cena serão intimados para prestar depoimento. A pena para o crime de injúria racial varia de um a três anos de prisão, além do pagamento de uma multa.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.