Falecimento

Morre o fundador do Museu da Cachaça de Lagoa do Carro aos 67 anos


José Moisés de Moura já foi considerado o maior colecionador de cachaças do mundo pelo Guinness Book

Priscila Miranda
Priscila Miranda
Publicado em 06/02/2020 às 9:49
José Moisés Moura/cortesia
FOTO: José Moisés Moura/cortesia
Leitura:

Faleceu, no Recife, José Moisés de Moura, de 67 anos, proprietário do Museu da Cachaça de Lagoa do Carro, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Moura lutava contra um câncer de pulmão e estava internado há 21 dias no IMIP.

Ele deixa esposa, três filhos e seis netos. O corpo está sendo velado na cidade de Lagoa do Carro, onde ele morava com a família, e o sepultamento acontece nesta quinta-feira no cemitério de São Sebastião.

LEIA TAMBÉM: Conheça o Museu da Cachaça de Pernambuco

Moura recebeu o título de maior colecionador de cachaça do mundo através do Guinness Book um ano após fundar, em 1998, o Museu da Cachaça de Lagoa do Carro. Ele perdeu o título para o mineiro Messias Soares Cavalcante. Inicialmente, ele possuía quatro mil garrafas e, atualmente, o acervo ultrapassa 15 mil unidades.

O espaço do museu é dividido em curiosidades, catalogação geográfica por estado, demonstração do processo produtivo, boteco cenográfico e loja bar para degustação e venda de cachaça.

O museu tornou-se um ponto turístico local e uma referência em Pernambuco para turistas de outros estados e até mesmo de fora do Brasil. A Prefeitura da cidade de Lagoa do Carro decretou luto oficial por três dias.

Ouça a reportagem de Ramos Silva:


Mais Lidas