Suspeito de matar esposa no Recife deve se entregar à polícia

DHPP aguarda a rendição de Rafael Cordeiro Lopes, de 32 anos, suspeito de assassinar a esposa no último domingo (9)

CRIME
Suspeito de matar esposa no Recife deve se entregar à polícia

Empresário suspeito de matar esposa está foragido - Foto: Reprodução/TV Jornal

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) aguarda, a qualquer momento a chegada de Rafael Cordeiro Lopes, de 32 anos. Ele é suspeito de assassinar a esposa no último domingo (9), no bairro da Madalena, Zona Oeste do Recife. Segundo a polícia, o advogado de Rafael teria informado que ele deverá se entregar somente na quarta-feira (12), mas ele poderá ser conduzido para o DHPP a qualquer momento desta terça (11). 

O empresário está foragido desde o último domingo. O delegado João Gustavo Godoy, titular da Delegacia do Cordeiro, está à frente do caso. Rafael é suspeito de matar a esposa, Leandra Gennifer da Silva, fotógrafa de 21 anos.   

De acordo com as investigações, os dois tinham passado a noite inteira em uma prévia carnavalesca. Após a festa, eles voltaram para casa, no bairro da Madalena, e teriam iniciado uma discussão. Eles chegaram entrar em uma luta corporal quando o suspeito puxou uma arma e atirou na vítima. 

A casa ficou completamente revirada, com marcas de sangue por todos os lados. Segundo a mãe de Leandra, Rafael teria avisado a uma vizinha que tinha cometido o crime e, em seguida, fugiu. A fotógrafa chegou a ser socorrida e encaminhada ao Hospital Getúlio Vargas, mas não resistiu aos ferimentos.

O corpo de Leandra foi velado e enterrado aconteceu na segunda-feira (10). Foi durante o velório que o pai de Leandra recebeu uma mensagem de Rafael no celular dizendo que estava arrependido, mas que não esperava ser perdoado. Na mensagem, o suspeito chegou a pedir a avó que cuide do filho deles, um menino de 1 ano e meio. Leandra ainda tinha um outro filho, de cerca de 6 anos, de um casamento anterior.

A mãe de Leandra falou com a equipe da TV Jornal e disse que essa não foi a primeira vez que a filha sofreu agressões de Rafael, que sempre foi muito ciumento e que o relacionamento deles era cheio de briga e que os pais nunca aprovaram essa relação.

Ouça a reportagem de Lílian Fonsêca:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.