CBTU

Linha Centro do Metrô Recife segue sem previsão de retorno


Colisão entre dois trens na Linha Centro do Metrô Recife deixou cerca de 60 pessoas feridas

Com informações do JC Online
Com informações do JC Online
Publicado em 18/02/2020 às 16:38
Bruno Campos/TV Jornal
FOTO: Bruno Campos/TV Jornal
Leitura:

A Linha Centro do Metrô continua aparada e a Estação Ipiranga, no bairro de Afogados, na Zona Oeste do Recife, segue fechada após a colisão entre dois trens que deixou pelo menos 64 feridos. O acidente aconteceu na manhã desta terça-feira (18), por volta das 6h, horário de pico. Cerca de 250 mil pessoas são afetadas pelo problema.

Ainda não se sabe o que causou o acidente. Além disso, não previsão a Linha Centro do Metrô Recife voltar a funcionar. Um trem já foi removido dos trilhos.

Socorro

A violência do impacto arremessou muitos passageiros no chão. As vítimas foram levadas para unidades particulares de saúde e também públicas.

Ao todo, 25 pessoas deram entrada na UPA da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife, sendo que seis já receberam alta e 19 ainda estão em observação. O estado de saúde deles é estável.

Já na UPA da Caxangá, 14 deram entrada - sete receberam alta e outros sete continuam em observação, mas estáveis.

Na UPA do Curado, cinco pessoas deram entrada, mas todas já receberam alta. A UPA do Ibura recebeu sete passageiros e três já receberam. As outras quatro vítimas seguem em observação.

No Hospital da Restauração, oito pessoas deram entrada na unidade de traumas e estão estáveis, mas ainda não receberam alta.

O Samu Recife informou que levou duas pessoas para a Policlínica de Afogados e outras duas para hospitais particulares do Recife. O quadro de saúde deles é estável.

Bruno Campos / TV Jornal
Acidente no Metrô do Recife - FOTO:Bruno Campos / TV Jornal
Bruno Campos / TV Jornal
Acidente no Metrô do Recife - FOTO:Bruno Campos / TV Jornal
Bruno Campos / TV Jornal
Acidente no Metrô do Recife - FOTO:Bruno Campos / TV Jornal
Reprodução/TV Jornal
Dessas vítimas, sete foram encaminhadas para o Hospital da Restauração - FOTO:Reprodução/TV Jornal
Reprodução/TV Jornal
O acidente aconteceu na manhã desta terça-feira (18), na Estação Ipiranga - FOTO:Reprodução/TV Jornal
Reprodução/TV Jornal
Uma sindicância interna será aberta para apurar as causas do acidente. - FOTO:Reprodução/TV Jornal
Reprodução/TV Jornal
O acidente aconteceu na manhã desta terça-feira (18), na estação Ipiranga - FOTO:Reprodução/TV Jornal
Bruno Campos / TV Jornal
Acidente no Metrô do Recife - FOTO:Bruno Campos / TV Jornal
Bruno Campos / TV Jornal
Acidente no Metrô do Recife - FOTO:Bruno Campos / TV Jornal
Bruno Campos / TV Jornal
Acidente no Metrô do Recife - FOTO:Bruno Campos / TV Jornal
Bruno Campos / TV Jornal
Acidente no Metrô do Recife - FOTO:Bruno Campos / TV Jornal
Bruno Campos / TV Jornal
Acidente no Metrô do Recife - FOTO:Bruno Campos / TV Jornal
Bruno Campos / TV Jornal
Acidente no Metrô do Recife - FOTO:Bruno Campos / TV Jornal
Bruno Campos / TV Jornal
Acidente no Metrô do Recife - FOTO:Bruno Campos / TV Jornal
Bruno Campos / TV Jornal
Acidente no Metrô do Recife - FOTO:Bruno Campos / TV Jornal
Cortesia
Acidente no Metrô do Recife - FOTO:Cortesia
Cortesia
Acidente no Metrô do Recife - FOTO:Cortesia

Governador se posiciona

O governador Paulo Câmara afirmou que a situação do modal já tem sido pauta com o Governo Federal. O modal é de responsabilidade da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU).

Segundo Paulo Câmara, ele vai acionar o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, para discutir o assunto. No entanto, afirmou que o Governo do Estado também vai investigar o caso. “Vamos investigar exatamente o que foi isso. O Procon já foi autorizado a verificar essa questão da relação de consumo, a nossa procuradoria também (...) O que a gente vê claramente é a necessidade de manutenção mais adequada e de uma profissionalização da gestão do metrô aqui no Recife. A gente não pode trabalhar no improviso numa ação e num transporte que envolve tantas pessoas", disse.

CBTU

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) disse que está acompanhando a situação e que instituiu um Comitê de Crise para investigar o ocorrido.

Confira a nota completa:

A CBTU lamenta o acidente ocorrido na data de hoje na Estação Ipiranga e se solidariza com os usuários. A empresa está acompanhando e prestará assistência a todos os envolvidos. Um Comitê de Crise foi instituído e a comissão interna de acidentes já está trabalhando na análise dos fatores que podem ter contribuído para tal ocorrência, que é inédita. O Metrô do Recife possui sistema eletrônico de monitoramento que garante a segurança de tráfego, o que tem sido eficaz durante os 35 anos de operação.

Reforço dos ônibus

Por conta do acidente, o Grande Recife Consórcio de Transportes reforçou a circulação de ônibus. Segundo o Consórcio, as linhas de BRT TI Camaragibe (Conde da Boa Vista), TI CDU/TI Joana Bezerra foram reforçadas para atender a população afetada pelo problema no metrô. Além destas, a linha TI Camaragibe/ Derby fará viagens alternadas para o Terminal Integrado Joana Bezerra, na área central da capital pernambucana.

Ainda de acordo com o Grande Recife, as linhas convencionais Barro/Macaxeira (Várzea) e Barro/Macaxeira (BR-101) também foram reforçadas na manhã desta terça-feira (18). Com estas linhas, os usuários poderão ter acesso à linha TI Camaragibe/TI Macaxeira.

Com o problema desta manhã na linha Centro do metrô do Recife, a linha especial TI TIP/TI Camaragibe será atividada e as linhas TI TIP (Conde da Boa Vista) e TI TIP (Derby) serão reforçadas.

Quem usa a Linha Centro do metrô, com origem na cidade de Jaboatão, pode contar com o reforço da linha Jaboatão (Parador), indo para o Centro do Recife. Foram ativadas as linhas especiais que fazem a ligação entre os terminais de Joana Bezerra/Afogados/Barro e Barro/Jaboatão.


Mais Lidas