Torcidas organizadas

Operação da Polícia Civil faz buscas em sedes da Jovem e Inferno Coral


Investigação tem ligação com caso do ataque de torcedores em briga no aniversário do Santa Cruz, no início do mês

Priscila Miranda
Priscila Miranda
Publicado em 21/02/2020 às 9:21
Divulgação/Polícia Civil
FOTO: Divulgação/Polícia Civil
Leitura:

A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou na manhã desta sexta-feira (21) a operação Abre Alas com o objetivo de cumprir mandados de busca e apreensão nas sedes e em lojas das extintas torcidas organizadas Jovem e Inferno Coral.

O delegado Joel Venâncio, gestor da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), explica a operação.

“São quatro mandados de busca e apreensão, três já foram cumpridos e tem uma equipe que está em campo ainda, porque o material é bem vasto. Basicamente, o objetivo dessa diligência é apreender objetos que são utilizados como armas e que já foram utilizados em infrações penais e poderiam vir a ser utilizados novamente, identificar os membros dessas torcidas organizadas através do cadastro deles de cartões, identificar movimentação financeira. A gente precisa de todas as informações porque estamos trabalhando no sentido de identificar particularmente nesse caso do ataque a torcedores do Santa Cruz praticados por membros da Torcida Jovem ocorrido no dia 3 de fevereiro”. afirmou.

Confira a reportagem de Juliana Oliveira:


Mais Lidas