SAÚDE

Pernambucanos retidos no Irã por conta de casos do coronavírus no país


O Irã já registrou 19 mortes por conta do novo coronavírus

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 26/02/2020 às 18:19
Acervo pessoal
FOTO: Acervo pessoal
Leitura:

Um grupo de brasileiros está retido no Irã devido ao fechamento do espaço aéreo na região por conta do coronavírus. Um deles é o médico pernambucano José Carlos Ribeiro de Sousa, de 79 anos de idade. Ele está com mais cinco colegas de profissão, que embarcaram numa excursão por localidades como Shiraz e chegou na capital Teerã no fim de semana.

José Carlos está sem comunicação e o filho dele, Dinamérico Wanderley, conversou com a Rádio Jornal sobre a situação do pai. “A empresa resolveu antecipar a saída deles para ontem. Eles iriam sair apenas no dia 27, amanhã, mas anteciparam para ontem. Porém não conseguiram viajar porque chegou a notícia do fechamento do espaço aéreo”, contou.

No grupo em que o pernambucano está, existem sei pessoas, sendo três pernambucanos.

Segundo Dinamérico, o grupo está em contato com a embaixada do Brasil no país para solucionar a situação.

Coronavírus no Irã

Ao todo 19 pessoas morreram e 139 adoeceram em decorrência do coronavírus no Irã. Os contágios foram registrados em dez províncias. Muitas escolas, universidades, centros culturais e esportivos estão fechados no Irã. Vários eventos foram cancelados para permitir a limpeza de diversos locais e dos transportes públicos. Muitos países vizinhos adotaram medidas para limitar a entrada de pessoas procedentes do Irã.


Mais Lidas