SAÚDE

Pernambuco investiga oito casos suspeitos de coronavírus


Os profissionais de saúde de Pernambuco já contam um protocolo clínico e epidemiológico do novo coronavírus

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 06/03/2020 às 9:15
AMANDA RAINHERI/JC
FOTO: AMANDA RAINHERI/JC
Leitura:

A Secretaria Estadual de Saúde investiga oito casos suspeitos, mas apenas um está em isolamento hospitalar. Profissionais de saúde de Pernambuco já contam com protocolo clinico e epidemiológico do novo coronavírus (Covid-19).

O material traz o histórico da doença com base em informações oficiais, evidências cientificas e a realidade local. O conteúdo apresenta os sintomas da enfermidade respiratória bem como o tempo de incubação e o período de transmissibilidade. Contém também as medidas de proteção tanto para os profissionais de saúde como para as pessoas em geral.

O manual elaborado pelas autoridades em saúde detalha ainda o atendimento a um caso suspeito e a transferência para a unidade de referência. Os cuidados especiais são para as pessoas com febre, um sintoma respiratório e histórico de viagem para área de transmissão do coronavírus. Os pacientes não devem procurar imediatamente o Hospital Oswaldo Cruz e sim as UPAs ou policlínicas.

Casos suspeitos

Desde 25 de fevereiro até a manhã desta quinta-feira (5) foram 20 notificações de Covid-19. Do total, 12 casos foram descartados e oito estão em investigação, sendo apenas um em isolamento hospitalar. Os demais continuam em isolamento domiciliar acompanhados por equipes das secretarias municipais de saúde de quatro cidades.

André Longo, secretário Estadual de Saúde, faz um balanço detalhado do coronavírus em Pernambuco. “Tivemos três novos casos suspeitos, eles já fizeram a coleta de exames, as informações são de que esses três casos passam bem (...) Esses três últimos casos entraram pela rede privada", disse.

O Ministério da Saúde confirmou oito casos de coronavírus no país: seis em São Paulo, um no Rio de Janeiro e outro no Espírito Santo. São 636 casos suspeitos, sendo que 378 já foram descartados.

Jailson Correia, secretário de Saúde do Recife, afirma que as pessoas devem adotar procedimentos preventivos.


Mais Lidas