MUNDO

OMS declara pandemia do novo coronavírus


A declaração de pandemia não se deve à gravidade do coronavírus, mas à disseminação geográfica rápida que o Covid-19 tem apresentado

Publicado em 11/03/2020 às 13:58
Foto: Aeroporto de Roma
FOTO: Foto: Aeroporto de Roma
Leitura:

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou pandemia de Covid-19, na tarde desta quarta-feira (11), e revelou que o número de casos e mortes deve subir nas próximas semanas.

Segundo o balanço da OMS, há mais de 118 mil casos do novo coronavírus em 114 países. O número de mortos ultrapassa 4,2 mil.

A mudança de classificação não se deve à gravidade da doença, e sim à disseminação geográfica rápida que o Covid-19 tem apresentado. "A OMS tem tratado da disseminação [do Covid-19] em uma escala de tempo muito curta, e estamos muito preocupados com os níveis alarmantes de contaminação e, também, de falta de ação [dos governos]", afirmou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, no painel que trata das atualizações diárias sobre a doença.

 

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, disse que a utilização do termo pandemia não é feita de forma leviana ou descuidada. “É uma palavra que, se mal utilizada, pode causar medo irracional ou aceitação injustificada de que a luta acabou, levando a sofrimento e morte desnecessários", comentou.

"Descrever a situação como uma pandemia não altera a avaliação da OMS sobre a ameaça representada por esse coronavírus. Não altera o que a OMS está fazendo e nem o que os países devem fazer", apontou o diretor-geral.

No Brasil, já são 35 casos do novo coronavírus.


Mais Lidas