PF encontra 17 kg de maconha após desconfiar de mulher fotografando mala no aeroporto

A mulher foi presa em flagrante no aeroporto do Recife e iria receber R$ 1.500 pelo transporte da droga

TRÁFICO
PF encontra 17 kg de maconha após desconfiar de mulher fotografando mala no aeroporto

A mulher de 36 anos foi autuada em flagrante no aeroporto da capital pernambucana - Foto: Divulgação/ Polícia Federal

A Polícia Federal prendeu em flagrante no Aeroporto Internacional dos Guararapes uma mulher de 36 anos com quase 17 kg de maconha escondidos na bagagem. Os policiais federais desconfiaram quando ela retirava a mala da esteira.

A prisão aconteceu na tarde desta terça-feira (10). A mulher, de 36 anos e que não teve a identidade revelada, veio de Corumbá, no Mato Grosso do Sul, e iria desembarcar no Recife para vender a maconha aqui mesmo. O chefe de comunicação da Polícia Federal de Pernambuco, Giovani Santoro, disse que a mulher foi pega em uma fiscalização de rotina. “O que levantou a desconfiança foi que, ao desembarcar e pegar sua bagagem na esteira começou a fotografar a mala”, relatou.

Segundo Giovani Santoro, a mulher se contradisse durante entrevista à Polícia Federal. “Ela foi separada para uma entrevista prévia, começou a se contradizer nas respostas e quando isso acontece é um momento oportuno para que a gente possa abrir a mala. Quando os policiais abriram a mala encontraram os 17 kg de maconha, que pela forma de apresentação é oriunda do Paraguai”, detalhou.

Após a descoberta da droga, a mulher disse que havia se envolvido emocionalmente com um traficante onde ela mora, na cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais. “Ele fez a proposta para ela ir em Corumbá, no Mato Grosso do Sul, pegar essa mala e entregar aqui no Recife a um traficante que iria fazer contato telefônico com ela (...) Ela iria ganhar uma quantia de R$ 1.500”, contou Giovani Santoro.

A mulher disse que tem dois filhos e que aceitou transportar a droga pois está passando por necessidades. Ela falou que iria usar o dinheiro para pagar algumas dívidas.

Ela foi autuada em flagrante por tráfico interestadual de entorpecentes e a pena varia de 5 até 20 anos de reclusão. A mulher não tinha antecedentes criminais. 

Estatísticas

Só neste ano é a quinta apreensão de drogas feita pela Polícia Federal no Aeroporto Internacional dos Guararapes. Cinco pessoas foram presas, dentre elas 4 mulheres e um homem, com 27 quilos de cocaína e 16,6 quilos de maconha.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.