CORONAVÍRUS

Começa retirada de passageiros de navio atracado no Porto do Recife


Passageiros de cruzeiro atracado no Porto do Recife foram impedidos de desembarcar após confirmação de casos de coronavírus no navio

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 20/03/2020 às 16:47
Tião Siqueira/JC Imagem
FOTO: Tião Siqueira/JC Imagem
Leitura:

Os turistas que estavam em isolamento num navio de bandeira bahamenha no Porto do Recife, começaram a ser retirados nesta sexta-feira (20). Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o desembarque dos passageiros foi organizado em quatro grupos, de acordo com suas nacionalidades e voos de volta para seus países de origem. Além disso, um quinto grupo menor, formado por três brasileiros e dois uruguaios que também estão a bordo, serão transportados em voo fretado.

Todos os passageiros serão desembarcados e tomarão voos que foram providenciados pela empresa de cruzeiro responsável pelo navio.

A movimentação no Porto do Recife é grande desde o início da manhã. O primeiro comboio com cerca de 25 passageiros com destino à Austrália e Nova Zelândia deixou o local na tarde desta sexta. Eles saíram em dois ônibus fretados e os veículos foram escoltados por uma viatura da Polícia Federal e também motoqueiros da CTTU. Logo depois dos ônibus, três ambulâncias do Samu saíram do local.

Ainda está prevista a saída de um segundo comboio por volta das 20h, desta sexta. Neste segundo grupo, a informação preliminar é de que serão 180 turistas com destino a Londres, na Inglaterra.

Entenda o caso

O navio Silver Shadow está atracado no Porto do Recife desde a última quinta-feira (12). Dois turistas que estavam na embarcação foram confirmados com coronavírus. Um casal canadense, um idoso de 78 anos e sua esposa, apresentaram os sintomas e foram socorridos assim que o navio atracou.

Desde então, os passageiros e tripulação foram impedidos de desembarcar do navio para evitar a propagação do vírus.

A Anvisa está realizando inspeção a bordo para verificar todas as condições de saúde dos passageiros antes do desembarque. Este monitoramento tem sido feito de forma diária pela Agência e permitiu que não houvesse propagação do Covid-19 a bordo da embarcação.

Confira os detalhes no flash de Michael Carvalho:


Mais Lidas