MANIFESTAÇÃO

Carros não comparecem à carreata que pedia a volta do comércio em PE


No Marco Zero, local onde estava programado para iniciar a carreata, foram vistos apenas três pessoas

Com informações de Leonardo Baltar e do JC Online
Com informações de Leonardo Baltar e do JC Online
Publicado em 30/03/2020 às 15:22
Leo Motta/JC Imagem
FOTO: Leo Motta/JC Imagem
Leitura:

O bairro do Recife permaneceu com as ruas vazias nesta segunda-feira (30), dia em que estava marcado para a realização de uma carreata pedindo a reabertura do comércio em Pernambuco durante a pandemia do coronavírus. No Marco Zero, local que estava marcado para acontecer a concentração, além dos carros da Polícia Militar, CTTU, Detran e BPTRAN, foram vistos apenas três pessoas (duas mulheres a pé e um homem de bicicleta).

Determinação do MPPE

Na sexta-feira (27), o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) determinou a proibição de carreatas para evitar aglomeração. De acordo com o órgão, o ato vai no sentido contrário ao decreto estadual que proíbe encontros com mais de 10 pessoas.

A notificação ainda diz que os motoristas que tentaram participar da carreata a favor da reabertura da atividade comercial em Pernambuco terão seus carros apreendidos. Por fim, a determinação permite que os carros apreendidos sejam usados pelo governo estadual nas ações de combate ao novo coronavírus.

"Existe um crime no artigo 267 do Código Penal que é 'infringir determinação do poder público destinada a impedir a introdução ou prorrogação de doença contagiosa'. Na medida que você vai fazer passeata num momento crítico como esse, você está descumprindo uma determinação do poder público", explicou o procurador geral de Justiça em Pernambuco, Francisco Dirceu Barros


Mais Lidas