vacinação

Recife suspende vacinação contra a gripe a partir desta terça (31)


De acordo com a prefeitura, a vacinação será retomada assim que o município receber mais doses do Ministério da Saúde

Lucas Rocha
Lucas Rocha
Publicado em 30/03/2020 às 23:28
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

A Prefeitura do Recife suspenderá temporariamente a vacinação dos idosos a partir desta terça-feira (31), até receber novas doses do Ministério da Saúde. Em cinco dias úteis de vacinação da Campanha Nacional contra Gripe, a Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife imunizou 70% do público-alvo. Segundo a prefeitura, por causa da alta procura em pouco tempo, o serviço será temporariamente interrompido para os idosos, tanto no esquema de drive thru como nos outros postos volantes.

A Sesau garante que os idosos e profissionais de saúde serão vacinados até o dia 15, quando se encerra a primeira fase da campanha. O público-alvo total desta primeira etapa é de cerca de 250 mil pessoas na capital pernambucana. A expectativa da Prefeitura do Recife é receber novas doses do Ministério da Saúde até o final desta semana, para logo em seguida retomar a campanha.

As unidades de saúde que ainda têm doses remanescentes deverão utilizá-las para vacinar os profissionais de saúde. Quem não trabalha na unidade onde irá receber a vacina deve levar, além da carteira de vacinação e um documento de identificação, comprovante laboral, como crachá ou carteira de trabalho, por exemplo.

Próximas etapas

A Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe deste ano é dividida em três etapas e tem como novidade a inclusão das pessoas com deficiência e dos adultos a partir dos 55 anos nos grupos prioritários para imunização. A partir do dia 16 de abril, quando se inicia a segunda fase da campanha anual, serão vacinados os professores de escolas públicas e privadas, pessoas com doenças crônicas não-transmissíveis e profissionais das forças de segurança e salvamento.

Na última etapa, entre os dias 9 e 23 de maio, serão imunizadas as crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram filho há até 45 dias), adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em cumprimento de medida socioeducativa, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, pessoas com deficiência e adultos de 55 a 59 anos.


Mais Lidas