igreja católica

Tradicional Missa dos Santos Óleos é adiada por causa da covid-19


A pandemia da covid-19 mudou a tradição da Quaresma neste ano

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 01/04/2020 às 14:08
Bobby Fabisak/JC Imagem
FOTO: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

A pandemia do coronavírus mudou uma das tradições mais fortes do cristianismo: a Quaresma. O período antecede a Páscoa e a Igreja Católica, alinhada com as decisões da Conferência Nacional dos Bispos do Brasisl (CNBB) e com a Congregação para o Culto Divino, a Comissão de Liturgia da Arquidiocese de Olinda e Recife, decidiu adiar a Missa dos Santos Óleos, que seria celebrada na Igreja da Sé de Olinda, na manhã da Quinta-feira Santa.

O presidente da Comissão de Liturgia da Arquidiocese de Olinda e Recife, padre Moisés Ferreira, explica a importância da missa e comenta que, em momentos de pandemia, prevenir o contágio da Covid-19 é a decisão mais coerente a ser tomada. “É uma missa muito solene que expressa a comunhão de todos os padres e diáconos com o bispo”, disse.

Do menor país do mundo, e cercado pela Itália, o Papa Francisco dá exemplos para os fiéis com missas vazias e transmitidas via tv e internet, diretamente do Vaticano. Seguir à risca as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) é comprometimento.

Congresso tem data modificada

Aqui em Pernambuco, o arcebispo da Arquidiocese de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, comunicou que, em decisão conjunta com os 21 bispos que integram a CNBB Regional Nordeste 2, o 17º Congresso Eucarístico Nacional teve a data adiada. A mudança também acontece devido à pandemia da covid-19.

Dom Fernando Saburido comenta a decisão. “Foi uma decisão que nos custou bastante, mas necessária. Mesmo passando essa fase do coronavírus, nós vamos ter as consequências que devem ser consideradas”, apontou.

O 17º Congresso Eucarístico Nacional teve a data adiada para os dias 12 e 15 de novembro de 2021 - ano que vem.

Já no próximo domingo (5), a igreja celebra o Domingo de Ramos, que marca o início da Semana Santa.

O arcebispo Dom Fernando Saburido pede aos fiéis para que pendurem ramos nas janelas ou portas das casas e acompanhem a missa pelas redes sociais da arquidiocese.

A missa vai acontecer direto da Igreja da Sé, em Olinda, às 9h.


Mais Lidas