ECONOMIA

No Ceasa, preços da batata, cenoura, cebola e do ovo sofrem reajuste

O Ceasa está operando em horário especial por conta da pandemia do novo coronavírus

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 02/04/2020 às 14:48
Reprodução/ Google Street View
FOTO: Reprodução/ Google Street View
Leitura:

No Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa), os consumidores perceberam o aumento no preço de muitos produtos como batata, cenoura e cebola. Até o ovo deixou de ser uma opção barata para muita gente.

O quilo da batata, da cenoura e da cebola saltaram de R$ 2,50 para R$ 4. O preço da bandeja de ovos com 30 unidades aumentou de R$ 8 para R$ 13.

O aposentado Jolber Alves lamenta o aumento. “Eu vou comprar porque é o jeito”, disse.

Limão mais barato

Alguns alimentos, no entanto, sofreram o processo inverso e estão mais baratos. O quilo do limão baixou de R$ 4 para R$ 1,50. A acelga que também custava R$ 4 hoje sai por R$ 2 o quilo. O jerimum que era vendido a R$ 3,50 baixou para R$ 2,50.

Mas se o comerciante compra menos ele vende menos e isso afeta os fornecedores.

É o caso do fornecedor de Edivaldo Antonio da Silva, que é de Camocim de São Félix, no Agreste. Antes da pandemia do coronavírus ele vendia até seis toneladas de pepino, chuchu e acelga. Hoje, não chega nem a metade disso.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o Ceasa está operando das 3h às 15h.

Mais Lidas