Após vendas caírem mais de 80% por causa do coronavírus, polo gesseiro do Araripe estima 50% de demissões

A tendência é que menos de 10% das empresas continuem em funcionando

CRISE
Após vendas caírem mais de 80% por causa do coronavírus, polo gesseiro do Araripe estima 50% de demissões

O polo gesseiro do Araripe passa por uma crise, devido a pandemia do novo coronavírus - Foto: Alexandre Belém/Acervo/JC Imagem

O polo gesseiro do Araripe, no Sertão de Pernambuco, teve queda de mais de 80% mas vendas, de acordo com a Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco FIEPE, após a paralisação das atividades por causa da pandemia do novo coronavírus. Além disso, a estimativa é que pelo menos 50% da mão de obra seja demitida. Diante desse cenário, a FIEPE informou que continua buscando junto aos governos medidas para reduzir a crise.

Ao todo, cerca de 2,5 mil funcionários, e outros 10 mil, indiretamente, trabalham nas mais de 100 fábricas de calcinação, produtos pré-moldados e mineração, segundo dados do Sindicato das Indústrias de Gesso do Estado de Pernambuco (Sindusgesso). A tendência é que menos de 10% das empresas continuem em funcionamento.

“A pauta das empresas mudou radicalmente em menos de dois meses, porém a FIEPE continua cumprindo seu papel de ser a entidade representativa do setor levando até os governantes sugestões para que todas as empresas e, especialmente, as micro e pequenas, tenham condições de atravessar este momento de dificuldade. Sabemos que é uma crise mundial, mas ela tem data para acabar e após, nós iremos reerguer nossa economia voltando a gerar emprego e riquezas”, disse o diretor regional da FIEPE, Francisco Alves.

Como não existe mercado consumidor, os empresários acreditam que as linhas de crédito oferecidas pelo Governo Federal não resolvem o problema, pois caso as contratem, estarão contraindo mais uma dívida sem ter nenhuma expectativa de vendas dos produtos nos próximos meses. Por conta disto, a estimativa do sindicato é de que mais de 50% desta mão de obra já tenha sido demitida

Medidas

Com mais de 80% de queda nas vendas, a presidente do Sindusgesso, Ceissa Campos Costa, informou que elenca os principais pleitos que estão sendo enviados aos governos para buscar ajuda. Também foi informado que o sindicato propôs à Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) que não cobre das indústrias a Demanda Contratada – valor fixo na conta de energia que independe do consumo ou não da demanda elétrica.

O setor solicitou isenção nas taxas da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) e a prorrogação nos vencimentos das Licenças de Operação ao Governo de Pernambuco. Em relação às prefeituras das cidades do polo gesseiro, o pedido é de parcelamento dos impostos municipais para que as empresas tenham acesso às Certidões Negativas de Débito.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa. 

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.