SUSPENSÃO

Ministro do STF suspende a nomeação de Alexandre Ramagem como diretor-geral da Polícia Federal

A cerimônia de posse do novo diretor-geral da PF estava marcada para acontecer nesta quarta-feira (29), às 15h

Publicado em 29/04/2020 às 10:23
Reprodução/Instagram
FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes suspendeu a nomeação de Alexandre Ramagem para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal. Na decisão, o ministro deferiu uma liminar atendendo a um mandado de segurança apresentado pelo PDT. A cerimônia de posse estava prevista para acontecer nesta quarta-feira (29), às 15h, no Palácio do Planalto.

O cargo de diretor-geral da Polícia Federal estava vago desde a demissão de Maurício Valeixo, que culminou também com o pedido de demissão do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro. Alexandre Ramagem foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro. O delegado é amigo dos filhos do presidente e também foi coordenador da segurança de Bolsonaro durante a campanha eleitoral de 2018.

Ações

Após o ato de nomeação de Alexandre Ramagem ser publicada no Diário Oficial, foram protocoladas na Justiça diversas ações contestando a indicação do delegado para o comando da PF, tendo em vista a sua ligação de amizade com o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente e alvo no inquérito que vem sendo apurado pela Polícia Federal na disseminação de fake news na internet.

Mais Lidas